0

O que é Glutamina?

A Glutamina é constituída por aminoácidos não essenciais, que também são produzidos naturalmente pelo corpo, logo são indispensáveis ao organismo. De forma resumida, eles formam blocos de construções das proteínas, os quais beneficiam o transporte de nitrogênio nos músculos, o que beneficia o processo de ganho de massa magra para aqueles que desejam hipertrofia. Esse aminoácido é muito comum no corpo e o mesmo pode inclusive contribuir com a produção. Estudos provaram que os músculos são formados em torno de 60% por Glutamina.

 

A importância fisiológica da Glutamina

 

Apesar da Glutamina ser classificada pela literatura científica como um aminoácido não essencial, não quer dizer que ela não seja essencial para nosso organismo, pelo contrário, ela realiza funções vitais para o bom funcionamento de diversos órgãos como pulmões, coração, rim, fígado e intestino. Representando 20% do total de aminoácidos livres no plasma.

Nosso organismo também utiliza a Glutamina para o transporte de amônia e nitrogênio pela corrente sanguínea, e é por esse motivo que é necessário manter sempre constante a quantidade de Glutamina no sangue.

Para atletas de atividades físicas de alta intensidade e principalmente praticantes de musculação, a Glutamina tem auxiliado muito na recuperação após os treinos, evitando o catabolismo e o overtraining, pois apesar da Glutamina ser produzida pelo corpo e representar praticamente 60% do tecido muscular esquelético, ainda a necessidade de seu consumo através da suplementação, já que a demanda de Glutamina nos músculos é muito maior do que o corpo é capaz de produzir nos casos desses atletas.

 

Principais funções e benefícios da glutamina

 

A glutamina é tão importante para o bom funcionamento do corpo que diversos nutricionista não a consideram como não essencial. Ela participa de forma relevante na síntese de outros aminoácidos e ajuda a manter a homeostase dos tecidos durante o processo de catabolismo. Outras funções importantes inerentes à glutamina é o fato dela conseguir liberar quantidades extras de hormônios na corrente sanguínea, como a testosterona, por exemplo.

A glutamina também ajuda a manter esses valores ideais. Se há um excesso de H+ no corpo, podendo gerar acidose, esse elemento junta-se ao grupo amina da glutamina e pode ser excretado pela urina evitando possíveis problemas na homeostase.

 

Veja outras funções da glutamina:

  • Manutenção do sistema imune;
  • Regula a síntese e degradação das proteínas;
  • Remove o excesso de amônia e nitrogênio do corpo;
  • Controla os processos de catabolismo e anabolismo;
  • Glutamina e Síndrome do Overtraining (OTS).

 

O OTS ocorre quando há um grande período de treinamentos intensos com pouco descanso. Isso reduz a capacidade do sistema imune e o corpo está aberto a diversas infecções e doenças.

 

Outras indicações para a glutamina

 

A glutamina é um aminoácido tão importante para a boa manutenção das funções orgânicas que ela é indicada para pacientes com câncer e HIV. Como já foi dito, a glutamina é muito importante para o funcionamento satisfatório do sistema imune. Em doenças como essas, os pacientes estão com a imunidade muito baixa, seja pelo processo de quimioterapia no caso do câncer, ou pelo ataque do vírus às células do corpo no caso do HIV.

Esse aminoácido também é um grande aliado no tratamento de doenças intestinais como a colite, Doença de Crohn ou úlceras. O aparelho digestivo consome até 40% de toda a glutamina disponível no corpo e a redução dela pode prejudicar o sistema imune de órgãos como o estômago.

A glutamina é utilizada para restabelecer o equilíbrio intestinal. Outro uso que ainda está em uso é no caso de tratamento contra os danos do alcoolismo. A glutamina estimularia a produção de neurotransmissores que reduziriam os problemas no sistema nervoso, causados pelo álcool.

 

Quem deve consumir glutamina?

 

Atletas que treinam de maneira intensa devem consumir a glutamina em pó na forma de suplemento alimentar. Isso evita que o corpo entre em situações de overtraining e protege o sistema imune contra possíveis doenças que possam aparecer causadas por vírus e bactérias. Essa suplementação deve ser, de preferência, indicada pelo nutricionista ou pelo nutrólogo. Através de algumas avaliações e exames, esses profissionais poderão determinar a quantidade e a frequência com a qual a glutamina deve ser ingerida.

 

Qual a melhor forma de consumo?

 

Para quem pratica esportes e treinos mais intensos, a glutamina em pó deve ser consumida no pós-treino e também antes de dormir. Ingerir o suplemento com frutas e carboidratos simples é uma boa opção, pois a elevação da glicose sanguínea faz com que o nutriente entre nas células de maneira mais rápida.

 

Marca de suplemento Glutamina

 

Selecionamos algumas marcas que consideramos as melhores do mercado:

Importadas:
Universal, Optimum e Dymatize.

Nacionais:
Growth Supplements e Max Titanium.

 

Glutamina engorda ou emagrece?

 

Não existe comprovação científica que a glutamina engorda. Por se tratar de um aminoácido, e na forma de suplementação, a maioria dos produtos que são vendidos não possui carboidratos na composição e pouca, ou praticamente zero de calorias, esse é o principal motivo da glutamina não engordar. Fisiologicamente também não existe comprovação que a glutamina promova a acúmulo de gordura.

0

Quais os melhores suplementos para pré-treino?

Cada vez mais utilizados por quem treina, os suplementos pré-treino agora podem ser encontrados em vários formatos e tipos. Como o nome já diz, esse tipo de produto é consumido antes do treino e tem como objetivo melhorar o desempenho e, consequentemente, os resultados do seu treino.

Existem vários tipos de suplementos e cada um deles deverá ser ingerido de acordo com o seu objetivo. A maioria das pessoas procuram os suplementos pré-treino para a obtenção de mais energia. Por isso, o mais comum quando se fala em pré-treino é a associação dele com os estimulantes.

São classificados como suplementos estimulantes os que proporcionam energia, dando todo o gás para treinar por muito mais tempo sem se cansar muito. Mas eles costumam ter um efeito colateral que é o “pico”, um formigamento que pode incomodar alguns. Para quem não deseja ter o efeito de “pico” existem também os suplementos pré-treino que não são estimulantes.

 

A importância dos nutrientes

 

Antes de começar a falar dos suplementos pré-treino, é importante lembrar que a dieta deve ser composta também por calorias. São elas que proporcionarão a maior fonte de energia necessária para o treino. Embora este seja um fato bastante conhecido, algumas pessoas cortam as calorias de tal forma que ficam sem energia para treinar e recorrem aos suplementos. No entanto, caso seu corpo não possua o combustível de que necessita para funcionar, os suplementos não poderão te ajudar muito. Sendo assim, é importante aliar a alimentação balanceada ao uso de suplementos adequados.

Alguns dos nutrientes que são extremamente necessários para o bom funcionamento do corpo são:

Proteínas

As proteínas possuem um papel muito importante para a musculação, além do crescimento muscular, elas também facilitam a regeneração. Essa função é importante, já que durante o treino irão ocorrer microrroturas e será necessário regenerar a musculatura. É importante se alimentar cerca de 60 antes do treino e também, você pode beber um shake pré-treino com, em média, 25 gramas de proteína, de acordo com seu peso.

 

Carboidratos

Os carboidratos ajudarão a evitar o catabolismo, que é quando o corpo retira a energia dos músculos, evitando que você cresça. Isso porque o corpo utiliza os carboidratos e quando não os encontra, ele quebra a massa muscular, transformando-a em energia. Isso, em resumo, significa que enquanto estiver se alimentando mal, você não vai conseguir crescer rapidamente. Não se esqueça também das frutas, verduras e legumes, que irão te trazer as vitaminas e minerais necessários para que você consiga desenvolver a musculatura, além de auxiliar também na saciedade. Uma dica de refeição pré-treino é a tapioca recheada com frango desfiado. Repare que a tapioca irá cumprir com a função de carboidrato, enquanto o frango será a proteína ingerida. Alimente-se com esse prato cerca de 1 hora antes do treino e perceba a diferença!

 

Os melhores suplementos pré-treino

 

São muitas as opções de pré-treino disponíveis, fazendo com que a escolha acabe sendo mais difícil do que o esperado. Para facilitar, separamos uma lista com os melhores suplementos pré-treino, veja!

Creatina

A creatina ajuda a proporcionar a energia para o treino e, embora algumas pessoas não respondam completamente aos efeitos, a maioria informa que consegue obter excelentes resultados. A creatina é composta por arginina, metionina e glicina, e costuma ser produzida nos rins e também nos pâncreas. O modo natural da obtenção de creatina é a ingestão de alimentos como as carnes vermelhas e os peixes. No entanto, muitas vezes a quantidade obtida pela alimentação não é suficiente, principalmente para quem pratica exercícios muito intensos. Vale frisar, que a creatina não precisa necessariamente ser tomada antes do treino, já que o horário em que ela é ingerida não é um fator determinante para sua eficácia.

 

Beta-alanina

A beta-alanina é um aminoácido não essencial que o próprio corpo humano é capaz de produzir. Apesar de ela não ser responsável pela construção da massa muscular, traz consigo outra vantagem. Essa substância é capaz de reduzir a fadiga em atletas, resultando em um melhor desempenho, principalmente em treinos mais difíceis e longos. É importante ressaltar que este é um dos suplementos que causa o efeito de formigamento. Portanto, se você não gosta desse tipo de sensação, o recomendado é escolher um pré-treino que não possua a beta-alanina em sua composição e tomá-lo junto com ele. Dessa forma você poderá consumir a substância em doses bem menores, o que pode reduzir e até anular o efeito de formigamento.

 

Cafeína

Se o seu objetivo for ter mais energia para o treino, existem algumas substâncias que podem estimular o sistema nervoso central e aumentar atividade cerebral, proporcionando que o seu treino seja mais intenso e duradouro. Esse é o caso da cafeína, uma substância muito conhecida pela capacidade de proporcionar energia. Embora o café seja a forma mais conhecida para sua ingestão, a cafeína também pode ser encontrada em alimentos como o guaraná e o chá verde, por exemplo. No caso dos suplementos, ela pode ser ingerida em cápsulas para facilitar seu consumo em qualquer lugar, sendo que ela ainda costuma ter um efeito muito mais forte na apresentação de cápsulas, por estar concentrada. Outro efeito que a cafeína pode ter ao ser ingerida é o estímulo ao SNC (Sistema Nervoso Central), proporcionando mais concentração e também o aumento do metabolismo, facilitando a queima de gordura. É a cafeína que faz do Kimera o melhor termogênico do mercado. O suplemento possui uma combinação avançada com um só objetivo: estimular ao máximo a quebra de gordura do corpo. Acelerando o metabolismo, também contribui para melhorar a performance nos treinamentos.

 

BCAA’s

É um grupo de aminoácidos que englobam a isoleucina, a valina e a leucina. O BCAA é absorvido rapidamente pelo corpo, agindo diretamente nos músculos, o que proporciona energia rapidamente após a ingestão. Assim como a cafeína, os BCAAs elevam os níveis de energia. No entanto, ele não é necessariamente só um pré-treino, já que pode ser ingerido antes e depois das atividades físicas. O BCAA da Iridium Labs, o Phoenix BCAA, auxilia na reconstrução muscular e ajuda na recuperação de lesões, e por isso é excelente para quem busca a hipertrofia.

 

Taurina

A taurina é um aminoácido não-essencial, sintetizado naturalmente no fígado e no cérebro. Essa substância tem uma grande importância para o intestino delgado, realizando a absorção dos lipídios. Ela ainda causa a dilatação do sistema vascular, aumentando a secreção do óxido nítrico. Essa dilatação otimiza o fluxo do oxigênio para os músculos e órgãos. A Taurina é o principal componente do Minotauro – o pré-treino da Iridium Labs, que fornece a energia e o foco que você precisa para maximizar seu treino!

 

O pré-treino adequado

 

É importante lembrar que escolher o melhor pré-treino é algo que deve ser feito após análise de suas características fisiológicas. Algumas pessoas podem ter pouca tolerância aos pré-treinos à base de estimulantes, por isso, se você sentir que é o seu caso, vale evitar esse tipo de produto. Além disso, para evitar uma tolerância aos pré-treinos, o ideal é limitar o uso deles a cerca de 3 vezes por semana.

O ideal para que você tome os suplementos de forma segura e que realmente te traga resultados é procurar um profissional que realize exames que comprovem quais os suplementos mais indicados para você. Além disso, também é preciso que ele verifique seu estado de saúde para ver se não há nenhuma contraindicação. Feito isso, você poderá desfrutar todos os benefícios que o suplemento pré-treino pode te proporcionar.

 

Como tomar o suplemento pré-treino?

 

O modo como você tomará o seu pré-treino pode fazer toda a diferença nos efeitos que ele proporcionará. Isso porque cada um tem características diferentes que podem influenciar no modo de uso. Sendo assim, sempre verifique o modo de usar que vem na embalagem, para confirmar se existem diferenças entre um produto e outro.

A dosagem é muito importante, pois, quando consumidos em quantidades muito pequenas, eles podem não fazer muito efeito. Já quando consumidos em doses muito altas, os pré-treino podem prejudicar a sua saúde. Por isso, o indicado é que você consulte um profissional que possa te orientar sobre as dosagens certas para o seu caso e a maneira correta para tomar.

 

Os resultados do uso do suplemento

 

Se você escolher o suplemento de modo adequado, com certeza você poderá ter o resultado que espera em um curto período de tempo. Mas é importante antes escolher qual sua meta, pois tomar vários suplementos de uma vez pode interferir nos seus resultados, tornando-os difíceis de alcançar. Afinal, são produtos fabricados com os ingredientes necessários para cada tipo de objetivo.

Portanto, seja para queimar gordura, obter mais massa muscular ou outro objetivo, usar suplementos pode ser o que você precisa para obter sucesso! Escolha sua meta e comece a investir nele. Caso tenha mais dúvidas, procure um nutricionista.

 

Bons treinos!

0

3 receitas com Albumina

Conhecida como a proteína do ovo, a Albumina pode ser considerada como o mais antigo dos suplementos de musculação, utilizada desde os primórdios do fisiculturismo. Encontrada na clara do ovo, a Albumina é uma proteína barata e abundante, motivo pelo qual ainda hoje faz parte da suplementação de muitos praticantes de musculação que estão à procura de benefícios como regeneração e hipertrofia muscular.

Mesmo com sabor pouco agradável, a albumina em pó é bem eficiente. É muito mais prático ingerir essa proteína de alto valor biológico, de digestão lenta e bastante eficaz no resultado final dos treinos, através dos suplementos.

Existe uma diversidade de receitas para que o consumo da Albumina se torne prazeroso e o seu sabor seja pouco notado ou até mesmo melhore ao se misturar com outros ingredientes. Você poderá acrescentar essas receitas à janta, fazendo assim uma ótima combinação para o pós-treino.

Lembrando que a albumina é indicada preferivelmente pouco antes de dormir, já que a sua absorção é lenta ou como substituta da Whey Protein (proteína do soro do leite) no pós treino. Além do mais, é o momento em que o corpo vai pedir as proteínas para realizar a recuperação das fibras musculares. Durante o repouso, a boa administração dessas proteínas ajudará em muito na queima de gordura e aumento da massa magra.

 

Shake de Albumina com maçã e banana

 

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de Albumina em pó
  • ½ maçã
  • 1 banana média
  • 250ml de água

 

Modo de preparo

Coloque a água no liquidificador e logo após o resto dos ingredientes. A seguir, bata bem até ver que a Albumina se dissolveu por
completo. Este shake é excelente para servir gelado, inclusive com pedras de gelo. Se sentir necessidade de adoçar, procure usar
adoçante ou mel.

 

Albumina com leite de soja e mel

 

Ingredientes

  • 250ml de leite de soja (do seu sabor preferido)
  • 2 colheres de sopa de Albumina em pó
  • 1 colher de sopa de mel

 

Modo de preparo

Coloque o leite de soja no liquidificador e em seguida os outros ingredientes. Bata até a mistura ficar homogênea.

 

Omelete de Albumina com peito de peru picado

 

Ingredientes

  • 2 ovos
  • 3 colheres de sopa de Albumina
  • 1 punhado de tempero verde
  • 100g de peito de peru bem picado
  • 1 copo e ½ de água

 

Modo de preparo

Primeiramente coloque a água dentro do liquidificador, para evitar que Albumina em pó grude, logo após acrescente a Albumina em pó e o ovo (gema e clara). Bata bem até obter uma mistura homogênea. Poderá agora acrescentar o peito de peru na mistura. Então despeje o líquido numa frigideira de maneira que fique bem espalhado. Se a frigideira for de teflon, você não precisará colocar óleo, do contrário prefira óleos mais saudáveis como o de linhaça. Mantenha em fogo brando e espalhe o tempero verde. Se preferir poderá usar sal, mas não exagere pois o excesso acaba retendo líquido. Quando notar que a omelete tomou consistência necessária para ser virada, vire-a. O tempo para cada virada é de aproximadamente entre 1 a 2 minutos, ou seja, bem rápido.

 

Leia também: 3 passos para dar início a reeducação alimentar

 

Dicas extras

 

É sempre bom utilizar o liquidificador, ou misturador elétrico, para misturar a Albumina, até mesmo quando usar apenas água ou leite desnatado, pois ela é realmente difícil de ser dissolvida. Se for mal misturada, além de grudar no fundo do recipiente, obviamente você não irá ingerir o quanto pretende. E para variar o sabor e adicionar mais nutrientes, você pode incluir aveia ou oleaginosas nas receitas.

 

Bom apetite e bons treinos!

0

Tomar shakes antes ou depois do treino?

Os shakes de proteína são os suplementos mais populares no mercado e amplamente consumidos por atletas. Sabe-se que a proteína é excelente para a saúde de uma forma geral e auxilia na reparação muscular e construção de células.

Porém, uma dúvida bastante comum entre os atletas e frequentadores de academia é se é melhor tomar proteína antes ou depois do treino. Essa resposta pode depender de vários fatores.

 

Shakes para antes do treino

 

Antes de um treino, o seu foco principal deve ser na quantidade de carboidratos, ou seja, de glicogênio no organismo. Os carboidratos são digeridos mais rápido do que a proteína e gordura, por isso, são as fontes prioritárias do seu corpo para obtenção de energia, de modo que deve ser a base de sua refeição pré-treino. No entanto, a adição de proteína e carboidratos ao pré-treino pode contribuir para aumentar a sua força nos treinos e trazer mudanças favoráveis ​​na composição corporal em comparação a consumir apenas carboidratos.

 

Shakes para depois do treino

 

Quando você treina, seu corpo quebra as proteínas e, portanto, consequentemente, a síntese de proteína diminui. Seu corpo também usa os estoques de carboidratos, resultando em níveis mais baixos de glicogênio. Uma dose de proteína pós-treino ajuda a garantir um equilíbrio proteico positivo, o que é vital para o crescimento muscular.

 

Especificações na escolha do shake

 

Desenvolvimento muscular

Ingerir a proteína pré-treino, principalmente se optar pelos aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), pode te ajudar a desenvolver os músculos durante o treinamento. BCAAs não necessitam ser processados pelo fígado depois de serem absorvidos, por isso são automaticamente enviados à corrente sanguínea ajudando na construção muscular. Isso é fundamental porque o exercício provoca a degradação e oxidação de BCAAs. Fornecer BCAAs para os músculos irá ajudar a evitar a catabolização da musculatura e a fadiga.

 

Aumentar a síntese proteica

Ingerir a proteína antes do treino pode aumentar a quantidade de aminoácidos e captação dos músculos durante o treinamento. A proteína líquida pode ser a mais indicada nesse caso por ser rapidamente absorvida, especialmente se for logo antes do treinamento.

 

Queimar mais calorias

Tomar uma medida de whey protein antes de treinar pode ajudar a queimar calorias. Isso porque causa mais efeitos metabólicos como modificar os substratos (fontes de energia) utilizados durante o exercício.

 

Efeito prolongado

Ao tomar proteína antes do treino há um prolongamento dos nutrientes no organismo. Depois de ingeri-la, a síntese de proteína muscular pode permanecer elevada durante 3 horas. Isso significa que a proteína pré-treino permite que você melhore seu desempenho. Você pode obter benefícios dos aminoácidos no sangue durante o treino e depois do treino, pois mesmo ao final da série de exercícios, as taxas de síntese proteica continuarão elevadas. Essa elevação de aminoácidos no sangue também irá ajudar a evitar a quebra muscular excessiva pós-treino, o que está diretamente relacionado à redução do cortisol no organismo.

 

Queima de gordura

Tomar proteína (especificamente BCAAs) antes de um treino é extremamente benéfico. O consumo de BCAAs pré-treino, especialmente quando os níveis de glicogênio são baixos no caso de uma dieta dessa, leva a um aumento da oxidação de gordura (queima de gordura) durante o exercício de alta intensidade como intervalo de formação ou treinamento de resistência metabólica.

 

Mas é muito importante que na refeição antes do seu treino você também tenha proteínas. Pode ser vindas do peito de frango, peito de peru, ovos, peixe, etc. A escolha da proteína em pó depois do treino é melhor quando você garante proteínas antes do treino também. Se esse não fosse o caso, valeria a pena você tomar a proteína antes de malhar, já que a síntese de proteínas continuaria mesmo após o treino.

Você pode se suplementar ou adquirir as proteínas de alimentos como carne, peixe, soja, ovos e leite. Verifique se o seu shake de proteína se adapta às suas necessidades de calorias e proteínas para não comprometer ou exceder sua dieta alimentar.

Consulte o seu médico antes de introduzir quaisquer suplementos em sua dieta. Bons treinos!

0

Como os termogênicos funcionam?

Os termogênicos são os queridinhos para quem quer emagrecer. Esses produtos se tornaram a maior febre entre os frequentadores de academias, pois produzem resultados rápidos e sua principal função é aumentar a queima de calorias, principalmente durante a malhação.

 

Ingredientes dos termogênicos

 

Os termogênicos são produzidos geralmente com extratos concentrados de cafeína e produtos químicos com base em frutas cítricas, alguns causam um gosto forte parecido com casca de laranja ou limão logo após serem ingeridos. Algumas pessoas relatam ainda sentir uma espécie de calafrio, mesmo em dias quentes, pois a temperatura do corpo aumenta rápido e faz parecer que você esteja com um leve frio, fazendo com que a pele se arrepie. Assim que começa a malhar essa sensação diminui e dá espaço a uma transpiração bem acentuada. Por isso, se for consumir esses produtos, constate antes se algum de seus componente não lhe cause alergias, algumas pessoas tem alergia a cafeína e seus subprodutos.

 

Como os termogênicos funcionam

 

Devido ao aumento da temperatura corporal, esses produtos induzem a transpiração e você jamais vai poder vacilar na hidratação, eles vão da início a um processo de queima de gorduras estocadas, você vai sentir um melhor rendimento nos exercícios porque fazem com que os músculos consumam as gorduras como combustível.

Se você vacilar com a hidratação, com certeza poderá sofrer com a desidratação e se abusar das dosagens vai, além de ter problemas com o fígado, vai ter problemas renais, devido a aceleração do metabolismo que requer uma ação mais intensa dos rins para eliminar gorduras e toxinas. Por isso, é necessário ter alguns cuidados ao consumi-los, uma superdosagem pode ser perigoso e causar danos irreversíveis.

Outro sintoma comum na superdosagem desses suplementos, é a sensação de fome intensa após os treinos, pois como faz o corpo eliminar gorduras e líquidos mais rápido, aumentam a atividade e disposição fazendo com que gaste bem mais energia de forma artificial, logicamente o efeito contrário vai ocorrer, pois o corpo precisa se recompor e se não tomar os devidos cuidados na alimentação e suplementação em aminoácidos adequada, vai ter perda muscular e com a fome que costuma gerar, você acaba repondo bem mais do que perdeu, e vai influir no seu humor e autoestima.

 

Não ingira termogênicos à noite

 

Todo cuidado nunca é demais. Os termogênicos quando consumidos a noite causam insônia, por isso nunca consuma após as 18 horas porque vão tirar seu precioso sono, que é preciso um tempo mínimo de repouso para todas as atividades do corpo e cérebro estarem corretas. Não abuse.

 

Tomar termogênicos antes ou depois do treino?

 

Antes de tudo, é importante escolher um bom produto, e saber que cada um possui fórmulas com diferentes características; que cada necessidade do consumidor requer um tipo de termogênico, apesar da ação central – que é emagrecer e ajudar a definir os músculos, por exemplo, alguns produtos são mais voltados para o controle da fome; enquanto outros são mais estimulantes e energéticos. Existem, ainda, os mais naturais, livres de estimulantes, evitando aumentos drásticos de energia.

 

Termogênicos x Refeições

 

Ter um planejamento ideal de consumo dos termogênicos junto às refeições é essencial. Como a maioria inibe o apetite, é interessante ingerir o produto algum tempo antes de se alimentar. Assim, você reduz a quantidade de comida e evita o ganho de peso.

 

Suplementos termogênicos

 

Você ainda está pesquisando qual é o melhor termogênico para você? Veja abaixo nossas dicas.

 

Kimera Woman

É um suplemento termogênico desenvolvido pela marca Iridium Labs, especialmente para o público feminino. Sua fórmula exclusiva contém a união de várias substâncias que atuam em sinergia para potencializar os processos da queima de gordura corporal, dentre estas substâncias estão o Óleo de Cártamo, a Cafeína Anidra, o Óleo de Girassol, o Óleo de Semente de Uva e o Picolinato de Cromo. Esse Suplemento Termogênico é destinado a homens e mulheres que tenham como objetivo a perda de peso, emagrecimento, queima de gordura, maior definição muscular e/ou conseguir MUITO mais energia durante os treinos.

 

Sineflex Hardcore

É uma atualização do já conhecido e amado Sineflex, o lance é essa versão terá 2x mais poder termogênico. Esse Suplemento Termogênico é destinado a homens e mulheres que tenham como objetivo a perda de peso, emagrecimento, queima de gordura, maior definição muscular e/ou conseguir MUITO mais energia durante os treinos.

 

Lipo Fat Óleo de Cártamo

Este suplemento da New Millen é um antioxidante natural que possui propriedades que podem acelerar o metabolismo das gorduras, auxiliando assim no controle da obesidade. O óleo de cártamo também contribui na diminuição do nível de colesterol LDL e triglicerídeos, aumento do HDL( bom colesterol), melhora a resistência à insulina( controle do diabetes) aumento da energia e imunidade, proteção antioxidante( antienvelhecimento),auxilia o organismo na produção de substâncias antiinflamatórias, alem de prevenir o aparecimento de celulites e ser benéfico para a pele.

 

Desodalina

É um suplemento termogênico queimador de gorduras e inibidor de apetite, a base de cafeína (210mg por porção), quitosana e picolinato de cromo. As cápsulas azuis do Desodalina têm ação em 3 estágios distintos (trifásica): no sistema digestivo, no seu metabolismo e no seu intestino. Sistema Digestivo: os ativos das cápsulas azuis impedem que a gordura ingerida pela comida fique acumulada no seu corpo, eliminando grande parte da gordura dos alimentos sem que seja absorvida no seu estômago. Acelerando o Metabolismo: Desodalina atual ativando o metabolismo para acelerar a queima de gordura e diminuindo drasticamente sua fome. O interessante é que a função é metabólica e não tem ação em seu cérebro, tratando-se de um corte na fome de ação bem natural e sem colaterais. Intestino: sua fórmula auxilia no trânsito intestinal, contribuindo para que sua dieta tenha melhor eficiência. O consumo deste produto deve ser acompanhado da ingestão de líquidos. Este produto não é indicado para gestantes, nutrizes (mães que amamentam) e crianças. Gestantes, nutrizes e crianças de até 3 (três) anos, somente devem consumir este produto sob orientação médica ou de nutricionista.

 

O uso de termogênicos e aliada a uma dieta equilibrada é resultado certo. Bons treinos!

0

Dúvidas sobre o Sineflex? Conheça os seus benefícios

Quanto mais rápido for o metabolismo do indivíduo, mais veloz são os processos químicos dentro do corpo, inclusive a queima de gordura. Com a necessidade de processos mais rápidos, mais energia é demandada, e esta é advinda das nossas reservas, ou seja, das gordurinhas, e, também, dos alimentos, que são queimados a ponto de não se tornarem tecido adiposo.

Para ter um metabolismo acelerado, a genética ajuda, mas, também, a alimentação e os exercícios físicos. Alguns alimentos, termogênicos, são conhecidos por “aquecer” o corpo, o qual desencadeia um aumento significativo do metabolismo.

 

Efeitos e benefícios do termogênico Sineflex

 

Além dos alimentos, foi criado um produto com fórmula inédita: é o Sineflex da Power Supplements. Com propósito de aumentar o metabolismo, o produto auxilia dietas e treinos físicos, diminuindo significativamente o percentual de gordura corporal e colaborando na queima de calorias. Abaixo os principais destaques do termogênico Sineflex:

  • Sua cápsula Pure Blocker consumida antes das refeições, ajuda a bloquear a gordura presente nos alimentos;
  • Seus ingredientes são naturais e possuem uma ação poderosa sem prejudicar o organismo;
  • Excelente quantidade de fibras;
  • Enriquecido com vitaminas;
  • Resultados visíveis logo nas primeiras semanas;
  • Ajuda a controlar o colesterol;
  • Efeito de termogênico importado com preço de Nacional.

 

Para que serve o Sineflex

 

Contendo dois compostos conhecidos por seus poderes metabólicos, a cafeína e a sinefrina, o termogênico Sineflex aumenta a liberação de adrenalina, a qual diminui imperiosamente a absorção de lipídeos e colesterol, e queima calorias, assim como dá saciedade ao corpo, limitando o tanto de calorias que o indivíduo consegue consumir na refeição.

Este produto, associado a uma alimentação saudável e moderada, e a atividades físicas diárias, potencializa consideravelmente os ganhos musculares e a perda de gordura, tornando os objetivos mais tangíveis.

 

Composição do Sineflex

 

O Sineflex é composto por cafeína anidra, sinefrina, quitosana enriquecido com vitaminas e minerais. Sua cápsula Pure blocker contém a cafeína e sinefrina citados anteriormente, já a cápsula Dynamic Focus contém um poderoso estimulante do metabolismo que permite a queima de gordura ao longo do dia. Cada porção de 2,4g (4 cápsulas), o Sineflex fornece 210mg de cafeína.

 

Os principais componentes que o Sineflex possui:

  • Cafeína
  • Sinefrina
  • Quitosana
  • Biotina
  • Niacina
  • Cromo
  • Magnésio
  • Ácido Pantotênico
  • Picolinato de cromo
  • Nicotinamida
  • Vitamina C
  • Cianocobalamina
  • Fibra de laranja

 

Há alguma contraindicação?

 

Sim. É contra indicado à pessoas com hipertensão, arritmia cardíaca e outros históricos de problemas no coração, já que seus efeitos colaterais podem causar ansiedade, dores de cabeça, insônia, nervosismo e taquicardia. Efeitos relacionados também ao uso da cafeína. Além disso, crianças e gestantes devem evitar seu consumo.

 

Bons treinos!

0

Principais dúvidas sobre Colágeno

O colágeno é uma proteína que dá estrutura, firmeza e elasticidade à pele, que é produzida naturalmente pelo corpo, mas que também pode ser encontrada em alimentos como carne e gelatina, em cremes hidratantes ou suplementos alimentares em cápsulas ou pó.

Esta proteína é muito importante para manter as células firmes e unidas, sendo não só importante para a pele mas também para outros tecidos como para a integridade dos músculos, dos ligamentos, dos tendões e das articulações, melhorando a sua saúde.

 

Leia também: Para que serve o colágeno?

 

1. Com que idade é necessário repor essa proteína?

A partir de 30 anos é importante a suplementação da proteína, pois até essa idade, nosso organismo produz normalmente o colágeno. Com o passar dos anos, temos uma queda na produção do colágeno e os efeitos dessa baixa produção, podem ser sentido na pele, unhas e cabelos, principalmente.

 

2. Por que a mulher é a mais prejudicada pela falta de colágeno?

As mulheres, normalmente já apresentam uma menor quantidade de colágeno no organismo, se comparado com os homens. Além disso, no período de climatério/menopausa, ocorre uma diminuição significativa na produção do colágeno e por volta dos 50 anos, a mulher produz em média apenas 35% de colágeno.

 

3. Como repor o colágeno?

O colágeno está presente normalmente nos alimentos de origem animal, em especial as carnes vermelhas. Contudo, ingerir uma grande quantidade desses alimentos pode não ser uma boa idéia, devido a necessidade de uma grande quantidade desses alimentos para garantir a recomendação diária dessa proteína e o excesso de gorduras saturadas, calorias, entre outros fatores.

 

4. Qual a quantidade diária e o melhor horário para consumir essa proteína?

Os estudos científicos recomendam um consumo diário de 8 a 10g de colágeno hidrolisado. Por ser hidrolisado (pré digerido), o colágeno por ser consumido em qualquer horário do dia, pois a absorção será excelente.

 

5. Quais são os hábitos de vida que destroem as fibras de colágeno?

Uma alimentação rica em açúcares, exposição ao sol de forma inadequada ou sem proteção e pouca atividade física podem comprometer a formação de novas fibras de colágeno e destruir o colágeno já existente. Outro fator extremamente nocivo é o tabagismo. Mulheres que fumam, normalmente tem uma pele mais envelhecida e com manchas, se comparado as não fumantes.

 

Atenção ao período de inverno

 

A tendência no inverno é que nossa alimentação sofra algumas mudanças, como a diminuição do consumo de água, frutas, legumes e verduras. A hidratação oral seja com água, sucos ou chás é importantíssima para garantir uma pele bonita (e muitos outros benefícios). Além disso, não podemos esquecer a hidratação externa da pele e o uso de um bom filtro solar, também no período de inverno.

0

A importância de dormir bem

Um dos segredos para uma vida saudável é ter boas noites de sono. Dormir bem contribui para a melhora do metabolismo, ter disposição e prevenir doenças crônicas.

Nada melhor do que chegar em casa depois de um longo dia, dormir profundamente e acordar renovado no dia seguinte. Mas o sono não assume apenas esse papel revigorante – ele tem diversas outras funções essenciais para o nosso organismo.

Dormir menos que o recomendado (8 horas em média) ou acordar diversas vezes durante a noite em decorrência de distúrbios como apneia e insônia pode causar mais malefícios ao organismo do que imaginamos.

A qualidade do sono está diretamente ligada à qualidade de vida do ser humano. Enquanto dormimos, nosso organismo realiza funções extremamente importantes: fortalecimento do sistema imunológico, secreção e liberação de hormônios, consolidação da memória, entre outras. Porém, a falta de tempo de descanso provocada pelo corrido cotidiano urbano, aliada aos inúmeros distúrbios noturnos que atingem boa parte da população, prejudica o desempenho dessas funções.

 

Conheça alguns mitos e verdades sobre o sono

 

Alimentos estimulantes à noite causam insônia?

Verdade: O consumo de produtos estimulantes, como: a cafeína, energéticos, pó de guaraná e mesmo a nicotina (tabagismo) podem realmente tirar o sono.

 

Faz mal dormir com plantas dentro do quarto?

Mito: As plantas fazem fotossíntese de dia e produzem oxigênio. À noite elas consomem oxigênio e eliminam CO2. A quantidade de CO2 eliminada é, de modo geral, muito pequena e insuficiente para causar qualquer problema a um ser humano.

 

Exercícios físicos à noite melhoram o sono?

Mito: Na verdade, a atividade física regular próxima da hora de deitar libera adrenalina e aumenta a temperatura corporal, situação antagônica ao sono adequado. A recomendação é evitar atividades vigorosas nas 3 horas que precedem o sono.

 

O consumo moderado de bebida alcoólica relaxa e melhora o sono?

Mito: O álcool dá sono e realmente relaxa algumas pessoas. No entanto, ele desorganiza a arquitetura interna do sono, tornando-o não reparador. Além desse efeito direto, ele também piora os episódios de ronco e apneia, causando micro despertares em quem ronca e atrapalhando o sono de quem está perto.

 

Quem dorme pouco, engorda?

Verdade: Diversos estudos relacionam a insônia ao ganho de peso. Isso ocorre, pois durante o sono liberamos leptina, hormônio da saciedade. Quem dorme pouco, acaba assaltando mais a geladeira de madrugada.

 

Leia também: 3 passos para dar início a reeducação alimentar

 

Sugestões para dormir melhor

 

  • Tome um banho quente antes de se deitar;
  • Tente dormir e acordar mais ou menos no mesmo horário todos os dias;
  • Evite comer em horário próximo ao de ir dormir;
  • Evite alimentos gordurosos e doces;
  • Evite estimulantes como: café, refrigerantes, álcool e cigarro;
  • Evite beber muito líquido antes de dormir;
  • Não leve trabalho para a cama;
  • Procure se exercitar regularmente, porém não muito perto da hora de dormir.

 

Benefícios de uma boa noite de sono

 

  • Previne a obesidade;
  • Combate a hipertensão;
  • Controla o diabetes;
  • Diminui o risco de doenças cardiovasculares;
  • Fortalece a memória;
  • Previne a depressão;
  • Favorece o desempenho físico e mental;
  • Melhora o desempenho na escola e no trabalho.

 

Dica de suplemento

 

Morpheus 60 Cápsulas – Iridium Labs

 

O Morpheus Night Assist é um suplemento composto por L-triptofano, que auxilia na indução e na melhora da qualidade do sono. Além disso, colabora para o aumento da sensação de bem-estar.

 

Benefícios do Morpheus

 

  • Melhora no ciclo do sono;
  • Melhora o sono REM – sono relacionado ao bem-estar físico e psicológico;
  • Melhora da qualidade do sono;
  • Melhora do estado de alerta;
  • A suplementação com Triptofano aumenta os níveis de Serotonina e Melatonina no sangue, auxiliando contra distúrbios do sono Indução do sono.

 

Recomendações de uso

Consumir 1 cápsula, preferencialmente à noite.

0

Perguntas mais comuns sobre BCAA

1. Quais os efeitos e benefícios?

 

  • O principal papel dos BCAA é na recuperação de lesões musculares, lesões essas formadas durante um treino intenso de musculação.
  • Durante os exercícios com pesos, o corpo entra em estado catabólico e se o organismo não tiver os nutrientes necessários para se abastecer durante o treino, ele passa a retirar os aminoácidos presentes nos músculos para suprir a demanda do corpo por energia. O resultado disso é a perda de massa muscular. O uso do BCAA pode amenizar essas perdas.
  • O BCAA também estimula e eleva a produção de insulina, que é um hormônio altamente anabólico, e que com sua elevação, propicia uma ótima absorção dos aminoácidos e outros nutrientes, servindo de matéria-prima na construção dos músculos, e permite uma maior entrada de glicose nas células, dando mais energia durante os treinos.

 

Leia também: Tomar BCAA Antes ou Depois do Treino?

 

2. BCAA engorda?

 

Como dito anteriormente, por ser composto por aminoácidos (e não proteínas em si) ele não contém calorias e portanto, não engorda. Porém, isso também deve ser considerado na montagem de uma dieta, pois ele não pode ser considerado no total calórico.

 

3. BCAA ajuda na definição?

 

Ele até pode ajudar, por não conter calorias. Porém, sem uma dieta equilibrada e um treino pensado neste sentido, de nada vai adiantar você ingerir BCAA.

 

4. Todos precisam de BCAA?

 

Depende muito de cada caso. Em determinados suplementos como o Whey Protein já contém doses significativas destes aminoácidos, tornando a sua utilização desnecessária. Mas tudo vai depender de cada pessoa e de cada objetivo.

 

5. O BCAA aumenta a retenção hídrica?

 

Por ser composto apenas por aminoácidos, que são o que formam os tecidos, não existe qualquer hipótese do BCAA ser responsável pela retensão hídrica.

 

6. Cápsula, liquido ou BCAA em pó, qual a melhor escolha?

 

Alguns fabricantes informam que a pureza na versão em pó é maior que nas versões liquidas e em cápsulas, já que não precisa de excipientes no processo de fabricação (como no caso das em cápsulas), a concentração por grama do produto acaba sendo maior e sua absorção mais rápida do que se comparado com os comprimidos, que ainda precisam ser digeridos. Seu preço também é reduzido o que acaba sendo o melhor custo benefício no final das contas. As únicas vantagens nas opções em cápsulas/comprimidos e liquido, certamente são no quesito facilidade em se consumir, pela praticidade na correria do dia a dia.

 

7. Posso tomar BCAA junto com outros suplementos ou termogênicos?

 

Muitos Whey Protein de qualidade já possuem ótima quantidade de BCAA’s em sua composição, então não tem necessidade de tomar os 2 juntos. Mas mesmo assim, caso queira combinar o BCAA com outra proteína concentrada, o BCAA pode ser consumido antes do treino e depois do treino tomar sua proteína escolhida, seja Albumina, Caseína, Soy Protein ou até mesmo o Whey Protein. Também pode ser consumido o suplemento BCAA com outros aminoácidos como Glutamina, Creatina, Arginina entre outros. O BCAA pode ser consumido em conjunto com termogênicos e emagrecedores.

 

Vale destacar que esse artigo é apenas informativo! Antes de iniciar o uso de suplementos ou termogênicos, consultar um nutricionista esportivo, só ele será capaz de avaliar suas reais necessidades para o uso de suplementos nutricionais.

 

Bons treinos!

0

Diferenças entre Waxy Maize, Maltodextrina e Dextrose

O Waxy Maize é um suplemento a base de carboidratos, que são as melhores fontes de energia para as funções das células do corpo humano. Sem carboidratos, não conseguimos desempenhar de forma eficaz as tarefas do dia a dia.

O amido ceroso, um hidrato de carbono derivado tanto do milho quanto de fontes como o arroz e a cevada, possui como principal característica a grande quantidade de um amido ramificado chamado amilopectina. Este, por sua vez, é um polímero altamente ramificado composto por glucose, além de ser solúvel em água. O amido ceroso é constituído de 70% de amilopectina e 30% de amilose, a qual possui um baixo peso molecular se comparada à amilopectina. Apenas analisando as características desses compostos presentes no amido do milho ceroso, pode-se chegar à conclusão que esse amido pode ser quebrado em diversos pontos ao mesmo tempo, o que torna a sua digestão algo que exige menos esforço.

Sendo assim, esse amido é de excelente digestão, possuindo também a alta capacidade de atrair outros nutrientes que são de difícil assimilação, aumentando suas respectivas absorções. Além disso, o amido ceroso presente no Waxy Maize é zero açúcar, não retém água e é livre de glúten, evitando os indesejáveis inchaços. Mesmo tendo um elevado peso molecular, o suplemento Waxy Maize possui baixo teor de osmose, favorecendo para que este seja mais facilmente absorvido pela corrente sanguínea, trazendo todos os nutrientes e abastecendo os músculos que foram debilitados pelos exercícios físicos.

 

Benefícios

 

Devido a sua fácil quebra no organismo, os carboidratos do Waxy Maize são muito úteis para quem segue uma rotina de exercícios físicos intensos, cobrando do corpo mais energia para que o treino seja bem feito. As pessoas costumam tomar esse suplemento após o treino, para restaurar os níveis de glicogênio (que são a forma estocada de carboidrato nos tecidos musculares), muito debilitados durante a prática de exercícios. Porém, o Waxy Maize pode também ser consumido antes do treino, pois sua absorção pelo corpo é lenta e isso irá fazer com que o fornecimento de glicogênio seja gradual; ideal para exercícios de longa duração.

Algumas empresas vendem o Waxy Maize alegando que este pode ser absorvido de 70-80% mais rápido que outros pós-treinos disponíveis no mercado, como a dextrose e a maltodextrina.

 

Diferenças entre Waxy Maize, Maltodextrina e Dextrose

 

Existem 3 tipos principais de suplementos ricos em carboidratos que são aconselháveis para o pós-treino: Waxy Maize, Maltodextrina e Dextrose.

A Maltodextrina, resumidamente, é um carboidrato complexo extraído da quebra enzimática de moléculas presentes no amido de milho. É absorvida de forma lenta pelo organismo e isso contribui para o aumento de insulina na corrente sanguínea. Por aumentar os níveis de glicose nas células, a Malto evita o catabolismo muscular e diminui a fadiga. Pode ser consumida antes ou depois do treino e é capaz de fornecer energia para exercícios de longa duração.

A Dextrose, diferente da Maltodextrina, é um carboidrato mais simples e possui uma estrutura molecular reduzida, o que facilita a sua absorção. De forma rápida, consegue elevar as taxas de glicose no organismo, fornecendo energia para os treinos e levando ao pico de insulina. Por esse fator, o transporte de nutrientes e aminoácidos se torna mais rápido, facilitando a recuperação da massa muscular. Seu consumo é indicado após os treinos, já que possui rápida absorção, evitando que o organismo utilize proteínas para recuperar-se.

Waxy Maize é digerido e absorvido mais lentamente e não provoca picos de insulina tão altos como os demais suplementos. Por ter um baixo índice glicêmico, ajuda a emagrecer, pois a digestão dos carboidratos se torna mais lenta, sendo também mais lento o aumento de açúcar no sangue. Isso também ajuda a manter a sensação de saciedade por mais tempo.

 

Bons treinos!