0

Hipercalórico: O que é, efeitos e como tomar

Basicamente, os hipercalóricos são suplementos energéticos que possuem como função principal oferece um suporte calórico diário suficiente. Eles são usados, principalmente, por praticantes de atividades físicas que desejam conseguir ganho de massa corporal em pouco tempo (não importa se de massa magra ou gorda).

Normalmente, pessoas que possuem dificuldade em ganhar peso por ter um metabolismo muito acelerado são os maiores adeptos desses suplementos.

 

Composição dos Hipercalóricos

 

Eles são compostos por proteínas de alto valor biológico, aminoácidos com lipídeos (aqueles considerados bons para o consumo como o ômega-3 e ômega-6), por vitaminas e sais minerais de maneira opcional e como componente principal temos os carboidratos em elevada concentração. Estes, podem ser simples (de alto índice glicêmico), complexos ou uma mistura dos dois tipos. Os hipercalóricos também possuem altas concentrações de proteína o que ajuda no crescimento dos músculos e da hipertrofia muscular.

 

Os benefícios do Hipercalórico são:

 

  • Aumento do peso, tanto em percentual de gordura quanto de massa magra
  • Reconstrução e ganho de massa muscular
  • Balanço energético da dieta
  • Melhor desempenho durante os treinos
  • Associação com a musculação

 

Para aqueles que usam o hipercalórico juntamente com o treino de musculação tendem a ganhar mais massa magra do que aumento de tecido adiposo. O carboidrato é utilizado como fonte de energia durante os treinos e como está em alta concentração é possível manter o treino por mais tempo. Assim, você conseguirá fazer um tempo maior de treino e, consequentemente, pode garantir maior hipertrofia.

 

Para quem é indicado?

 

Indicado para indivíduos que estão iniciando agora na musculação e estão abaixo do seu peso, também para outros esportistas que gastam muitas calorias durante seus treinos e praticantes de algum tipo de arte marcial, usam os hipercalóricos como energizantes.

Após o individuo atingir o peso ideal, o mais indicado é ele substituir os hipercalóricos pela Whey Protein e dextrose. Já que como pode ser visto na composição nutricional dos hipercalóricos, eles possuem grande quantidade de maltodextrina, carboidrato de alto índice glicêmico, que em excesso, pode causar o acúmulo de gordura.

 

Dica de suplemento Hipercalórico

 

Monstrous – Black Skull

Monstrous Black Skull é o hipercalórico para quem quer ganhar peso de verdade. Apresenta um mix de nutrientes com 1000 calorias por dose. Se você quer ganhar peso, o mais importante é ingerir carboidratos de qualidade. São 52 gramas de proteína, 193 gramas de carboidratos e apenas 1,9g de gordura por dose de Monstrous. Tudo para garantir um ganho de massa monstruoso. Sugestão de uso: Misturar 3 colheres-medida (260g) em 470 a 530ml de água, de acordo com a consistência desejada.

 

Massa Monster Black – Probiótica

Massa Monster Black da Probiótica é composto por diversas proteínas, como Caseína Micelar, Whey Protein e Albumina, além de carboidratos, como Waxy Maize, D-Ribose, Palatinose e Maltodextrina, o que possibilita um melhor rendimento nos treinos, potencializando o ganho de peso e de massa muscular. Além destes compostos, conta também com Creat-Magna-Power e MCT, essenciais para um bom desempenho. Também contém diversas vitaminas e minerais, que melhoram a absorção de nutrientes, são antioxidantes e aumentam a imunidade. Sugestão de uso: Bata no liquidificador 5 medidas (em média 120g) em 1 copo (300ml) de água. Ingerir 3 vezes ao dia, próximo aos treinos e no intervalo das refeições.

 

Nutri Mass 7000 – IntegralMédica

Nutri Mass da Integralmédica é o suplemento ideal para quem busca um maior crescimento muscular e uma boa recuperação energética. É composto por Albumina, Proteína do soro do leite, Proteína do Trigo, Vitaminas, Minerais e Maltodextrina. Sugestão de uso: diluir 2 scoops (120g) de Nutri Mass em 1 copo (300ml) de água, leite integral ou desnatado. Consumir 2 porções ao dia, sendo uma delas preferencialmente após o treino e a outra entre as refeições, ou conforme orientação profissional.

0

O que é o Tribulus Terrestris?

Se você é um frequentador das academias, provavelmente já deve ter ouvido falar sobre essa planta: Tribulus Terrestris.

Na última década, a Tribulus Terrestris tornou-se bastante conhecida no meio esportivo, pois o ganho de testosterona provocado pela erva que intensifica a queima de gordura no organismo, aumentado a massa muscular e a massa magra. De acordo com algumas pesquisas, esta planta também é capaz de melhorar a densidade mineral óssea, o metabolismo e os níveis de imunidade, sendo também indicado para idosos.

 

O que é Tribulus Terrestris?

 

O Tribulus Terrestris é uma planta que integra a categoria das “plantas medicinais”, ou seja aquelas que trazem benefícios para a saúde, cura e prevenção de doenças. Ela vem sendo chamada de “viagra natural”, graças aos seus benefícios para a saúde sexual masculina. É uma planta nativa das regiões quentes e o seu princípio ativo é a Saponina. Além de afrodisíaca, a Tribulus Terrestris também contém ação diurética, tônica, analgésica, anti-espasmódica, antiviral e anti-inflamatória. Esta planta também é considerada um laxante natural suave e tônico geral, servindo como complemento para tratar problemas cardiovasculares e no fígado. Também é indicada para tratar infertilidade, incontinência urinária, vertigens, gripes, resfriados e herpes.

 

Benefícios do Tribulus

 

Saúde sexual masculina

 

Talvez esse seja o benefício mais buscado pelos homens: o Tribulus Terrestris é um poderoso estimulante sexual. Pesquisas já comprovaram que o seu uso provoca um aumento da vasodilatação da região genital, o que faz com que a ereção seja mais prolongada. Ele também contribui para aumentar a libido sexual, já que as substâncias presentes no Tribulus Terrestris leva a um aumento da testosterona.

 

Reduzir a pressão arterial

 

Outro benefício bastante observado é a redução na pressão arterial devido ao uso de o Tribulus Terrestris, também graças ao efeito vasodilatador da planta, que inibe a produção de enzimas que elevam a pressão.

 

Ganhar massa muscular

 

Esse benefício também vem do aumento da testosterona provocado pelo o Tribulus Terrestris. Porém, esse aumento só acontece em pessoas cujo nível está abaixo do normal, ou seja, serve para estabilização. Com os níveis de testosterona em taxas normais, os resultados nos treinos aparecem mais facilmente.

 

Contra indicações e efeitos colaterais do Tribulus

 

Apesar de se tratar de um suplemento natural, o Tribulus Terrestris possui algumas restrições quando ao seu uso. Ele não é indicado para crianças, gestantes e mulheres em fase de amamentação. Também não deve ser consumido por pessoas que possuem ou que já passaram por um tratamento de câncer. Mulheres também precisam ter cautela: Não deve ser usada por mulheres com alterações na glândula suprarrenal, que sofrem com excesso de pelo, síndromes de androginia, queda de cabelos e excesso
de oleosidade na pele.

 

Como usar

 

Ingerir três cápsulas ao dia. Uma ao acordar e duas antes de dormir.

0

O que é Maltodextrina e quais seus benefícios?

A maltodextrina é um carboidrato complexo proveniente do amido, normalmente de milho, mas pode ser de outros alimentos, com a mandioca. Ela é constituída por polímeros de glicose e apesar de ser um carboidrato complexo, esses compostos de açúcar são mais facilmente absorvidos pelo organismo.

Este suplemento é orientado para pessoas que praticam atividades físicas aeróbicas de alta intensidade e longa duração e também para quem faz musculação. Quando consumida antes do treino a maltodextrina irá garantir que o corpo tenha as quantidades corretas de glicose para a prática segura de exercícios, poupando as proteínas teciduais e evitando a hipoglicemia.

Ao ser ingerida após os treinos a maltodextrina ajuda a repor o glicogênio muscular, assim ela evita que as proteínas sejam utilizadas como fontes energéticas, favorece a absorção desta substância pelos músculos e contribui para a melhor recuperação muscular. Para os praticantes de atividades físicas o consumo da maltodextrina pode ser mais interessante do que o de outras fontes de carboidratos, como o arroz ou o macarrão, porque sua absorção é mais rápida e seu consumo mais prático, pois é comercializada em pó ou em gel.

 

Gerando Energia

 

Como a Maltodextrina é capaz de garantir a gradual e intensa liberação de glicose para suprir as demandas energéticas do corpo, as proteínas não precisam sair de sua função principal para suprir o papel dos carboidratos, que é de garantir energia. Assim, as proteínas podem ocupar-se quase que totalmente em construir os tecidos musculares, otimizando esse seu papel.

 

Quem pode consumir Maltodextrina?

 

Por seu alto teor energético, esse composto é indicado para atletas, como tenistas, jogadores de futebol, maratonistas, nadadores, praticantes de musculação intensa etc. Não é aconselhável para os que praticam atividades físicas leves ou moderadas, já que uma alimentação balanceada é capaz de fornecer todas as taxas energéticas necessárias para esses tipos de exercícios.

Pessoas com diabetes, com triglicérides elevado, gestantes, lactantes, idosos, crianças e portadores de outra patologia não devem consumir esse tipo de suplemento (ou devem fazer isso com cuidado).

 

Maltodextrina Engorda?

 

Com todo esse ganho energético que a Maltodextrina gera, fica a pergunta: Maltodextrina Engorda?

A verdade é que, por ser um suplemento energético, a Malto possui uma grande quantidade de calorias por porção (em média, a dosagem diária gira em torno de 400 calorias – em 6 colheres de sopa de maltodextrina). Se todo esse fornecimento de energia não for queimado durante a prática, a maltodextrina engorda sim, e muito. É acumulada em forma de gordura. Por isso não é recomendada para pessoas que treinam pouco ou praticam exercícios leves.

 

0

Tipos de Whey Protein

O Whey Protein (proteínas do soro) apresenta rápida absorção, aumento temporário nos níveis de aminoácidos no sangue e sinalização para síntese proteica no músculo. Tem excelente perfil de aminoácidos, principalmente o leucina, que favorece o anabolismo muscular.

Hoje em dia temos uma infinidade de marcas e tipos de Whey Protein. Com a procura e o consumo desse suplemento aumentando cada vez mais, saber diferenciar é essencial para você alcançar bons resultados.

 

Os tipos de Whey Proteino

 

A diferença ocorre pelo processo que é produzido, isso interfere na pureza da proteína, na absorção e claro no preço. Porém, sabendo como e quando tomar sua proteína, nunca será um desperdício e você poderá aproveitar o máximo do seu Whey Protein. Veja as diferenças:

 

Pode conter entre 25 a 89% de proteínas, carboidratos (lactose) e lipídeos. Um bom Whey Concentrado contém em torno de 80% a 89% de proteínas do soro do leite, reduzindo a quantidade de carboidratos e gorduras. É mais utilizado como aditivo alimentar, devido seu baixo custo e processo de fabricação. Não é indicado para intolerantes à lactose. É a forma mais barata e rica em aminoácidos essenciais e de cadeia ramificada, que permitem a liberação de componentes bioativos responsáveis pela aceleração do anabolismo e recuperação muscular.

 

É a forma de Whey mais pura, sofre processo de filtração obtendo mais de 90% de proteínas, possui maior grau de pureza, sendo removidos à lactose e gorduras. Além disso, a maioria das Wheys Isoladas são isentas de gordura e com menos de 1% de lactose, sendo o mais indicado para os portadores de intolerância à lactose. Possui todas as vitaminas e mineras do leite, além de todos aminoácidos essenciais, não essenciais e condicionalmente essenciais. Sua digestão é considerada ótima.

 

O processo de hidrólise consiste em quebrar as proteínas em tamanhos menores, facilitando a digestão e sendo mais rapidamente e facilmente absorvidas. Entretanto, este processo de hidrólise pode estar presente na forma de Whey Protein Concentrada (que terá lactose) e na forma isolada. Pode conter traços de gordura, carboidratos, gordura e mineiras. Necessita de muitos litros de leite para ser confeccionado.

 

Existe benefício da utilização da forma isolada para a concentrada?

 

Há um limite máximo de estímulo à síntese proteica desempenhada pela ingestão de proteínas que parece estar entre 20 a 30g. Aumentar doses de suplementação não potencializa a síntese proteica.

O importante é fazer uma correção na proporção utilizada do Whey Concentrado, escolher uma marca que tenha boa proporção de proteína, para que seja alcançada a dose de 20g a 30g. O custo da proteína isolada é muito mais caro do que da concentrada, e só há verdadeiro benefício para indivíduos com sensibilidade ou intolerância à lactose.

Assim é mais fácil escolher o ideal pra você. Se você tiver mais dúvidas sobre o assunto, procure um nutricionista.

0

Qual suplemento usar para ganhar massa muscular?

Todos que treinam pesado sabem da importância da suplementação de qualidade para ter mais disposição e ajudar o organismo a ganhar massa muscular de forma mais rápida e efetiva.

Inclusive, podemos afirmar que os suplementos são uma maneira de ajudar o corpo a se recuperar das lesões e complementar a alimentação, que pode não ser suficiente quando as atividades físicas se tornam mais intensas.

 

A indicação

 

Antes de mais nada, é preciso entender que os suplementos alimentares são indicados para quem precisa aumentar a energia e otimizar os treinos. Ou seja, fica claro que o suplemento não deve ser usado por pessoas que não praticam exercícios físicos de alta intensidade, já que os seus efeitos não serão sentidos ou mesmo poderá haver o efeito contrário, como o acúmulo de gordura. Por isso, os suplementos são mais comuns nas academias e indicados por treinadores físicos e nutricionistas.

 

Os 3 principais suplementos para ganhar massa muscular

 

Estando mais claro como funcionam, vamos à lista dos principais e melhores suplementos para ganhar massa muscular. Separamos cinco deles para que você possa escolher qual se adequará melhor ao seu treino. Confira:

 

1 – Whey Protein

Não há quem nunca tenha ouvido falar do Whey Protein como um aliado dos treinos. De forma clara e direta, esse suplemento trata-se da proteína do soro do leite, que conta com um nível muito alto dos chamados BCAAs, que são os aminoácidos de cadeia ramificada. E o que eles fazem? São capazes de atuar na construção muscular, otimizando a síntese proteica, melhorando a energia e disposição.

O Whey Protein é muito indicado para o pós-treino, pois ajuda na recuperação dos tecidos e começa o trabalho de otimização das atividades intensas. Outra característica da proteína do soro do leite são os peptídeos, que são as pequenas proteínas, responsáveis por ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo, que irá direto aos músculos.

 

2 – Caseína em Pó

A caseína é também uma proteína do leite, parecida com o Whey, porém, que tem uma digestão mais lenta. Por isso, ela também é recomendada no pós-treino ou antes de dormir, para aumentar a síntese proteica que refletirá no crescimento muscular.

Uma grande vantagem da caseína relatada por quase todos que a consumiram é o fato dela não trazer a sensação de inchaço, sendo capaz de reforçar a alimentação sem tirar a fome, te impedindo de comer aquilo que foi proposto por seu nutricionista. Ou seja, quem está precisando ganhar massa muscular, aumentar o apetite e ainda assim se beneficiar dos efeitos da proteína do leite, pode levar em consideração a caseína.

 

 3 – Creatina

A creatina conta com um grupo importante de aminoácidos, que são essenciais para o bom funcionamento do corpo. São eles: arginina, glicina e metionina. Ela traz mais energia, melhora o desempenho muscular e aumenta a força de forma geral. Você poderá sentir os resultados da creatina nos treinos logo nos primeiros dias de suplementação, pois ela traz um gás extra excelente desde para quem está começando até para quem já está focado nas atividades há muito tempo.

Outra vantagem da creatina é seu poder de fazer com que as células musculares sejam regadas de água, que faz com que elas cresçam aos poucos. Esse suplemento é um dos mais recomendados por nutricionistas e treinadores físicos e não tem efeitos colaterais graves.

 

Os suplementos que unem diversos elementos em um só não mais efetivos e econômicos, exatamente porque não exigem que você precise comprar vários para ter o mesmo efeito. Caso tenha dúvidas, consulte um nutricionista.

0

Melhores suplementos para reposição de Proteínas

Melhor desempenho nos treinos  vem de uma boa recuperação de proteínas!

A albumina é um tipo de suplemento alimentar indicado para longos períodos em que ficará sem a ingestão de proteína, como por exemplo ao acordar ou antes de dormir. Esse aminoácido, bem tolerado pelo organismo, é muito importante para os atletas e demais praticantes de atividades físicas. Continue Reading